NOTÍCIAS


Novembro terá chuva acima da média nas lavouras do Centro-Oeste

Confira a previsão do tempo para os próximos três meses na região

November 3, 2016 18:55  |  Redação - Canal Rural
Novembro terá chuva acima da média nas lavouras do Centro-Oeste

As chuvas voltaram com tudo em diversas lavouras do Centro-oeste do Brasil. Em Sorriso, no centro de Mato Grosso, os volumes acumulados de chuva chegaram a 80 milímetros só nas últimas 24 horas para a alegria dos produtores de soja e milho. No entanto, ainda há lavouras da faixa leste do Estado que amargam 20 dias de tempo seco e chuvas abaixo da média, como é o caso de Canarana.

Novembro traz boas notícias para praticamente toda a região, incluindo as áreas mais ao norte do Brasil. Aliás, as notícias são boas para os próximos três meses. Em novembro, dezembro e janeiro, a previsão é de chuva acima da média em Goiás, Mato Grosso e norte de Mato Grosso do Sul e próxima da média nas demais áreas. A distribuição, no entanto, não será muito regular.

Novembro será o único mês em que a chuva ficará acima da média na maior parte dos três estados, embora em Mato Grosso do Sul boa parte desta precipitação aconteça somente na primeira metade do período. Em Goiás, a chuva acontecerá com maior intensidade nas duas quinzenas, enquanto que em Mato Grosso, a precipitação ganhará intensidade no decorrer da segunda quinzena. No leste de Mato Grosso, no norte de Goiás e no Distrito Federal deverá chover entre 60 e 120 milímetros a mais que o normal para o mês, enquanto que, em Mato Grosso do Sul, o desvio positivo será bem mais modesto.

Em dezembro, com o avanço de um sistema conhecido como Vórtice Ciclônico do Nordeste, a chuva vai se tornar mais irregular e aumenta-se o risco de algumas estiagens regionalizadas especialmente no norte de Goiás, Distrito Federal e nordeste de Mato Grosso do Sul. A área com chuva acima da média fica bem mais restrita e vai se concentrar somente no oeste de Mato Grosso e noroeste de Mato Grosso do Sul, na região do Pantanal.

Em janeiro, o vórtice ciclônico mantém eventuais estiagens regionalizadas e a chuva abaixo da média no leste e norte de Goiás, Distrito Federal e nordeste de Mato Grosso. Por outro lado, a chuva acima da média concentra-se sobre o noroeste de Mato Grosso.

Com relação à temperatura, o excesso de nuvens tem mantido a temperatura um pouco mais baixa que a média especialmente em Mato Grosso. Previsões indicam manutenção deste cenário em novembro, porém com o passar dos meses, os desvios negativos tornam-se menos intensos. Ou seja, a temperatura deve se aproximar da média histórica. Especificamente no nordeste de Mato Grosso, o mês de janeiro será mais quente que o normal.

Outubro terminou com chuva abaixo da média na maior parte do Centro-Oeste. Embora a precipitação tenha começado mais precocemente, estamos distantes de um padrão climático normal nos três Estados. A instalação de grãos avança mais rapidamente que a média, mas surgem muitos relatos de apreensão, pois a umidade do solo não está em quantidade suficiente para um total desenvolvimento inicial. Somente no sul de Mato Grosso do Sul e no centro e sul de Mato Grosso, a chuva passou a média com acumulado entre 200 e 300 milímetros. Nesta sexta-feira, você confere a previsão estendida para o próximo trimestre para as regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Pryscilla Paiva, editora de Tempo do Canal Rural