NOTÍCIAS


Veja como fica o tempo no feriado de Natal

Chuva predomina em várias regiões do Brasil, podendo ser mais fortes em algumas localidades

December 24, 2017 16:40  |  Redação - Canal Rural
Veja como fica o tempo no feriado de Natal

Sul

Na segunda-feira de Natal, um sistema frontal passa pela costa do Sul para o Sudeste, mas ainda consegue organizar uma área de instabilidade no alto da troposfera conhecida por cavado. Assim, no feriado ainda há previsão de muita chuva para o Paraná e norte catarinense. Ao mesmo tempo, uma massa de ar mais seco inibe a formação de nuvens carregadas entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Pela manhã, chega a fazer um pouco de frio na região da Campanha e na Serra Gaúcha e Catarinense, mas durante a tarde a sensação térmica é mais agradável. Já da metade leste paranaense o tempo fechado faz com que os valores dos termômetros não subam muito ao longo do dia, deixando uma sensação térmica mais baixa.  

 

Sudeste

O Natal nessa região será marcado por muita chuva, que acontece a qualquer hora do dia em São Paulo, Rio de Janeiro e grande parte de Minas Gerais com a aproximação de um sistema frontal no oceano. A chuva é generalizada entre o oeste e o sul paulistas e não estão descartados transtornos por conta do solo já encharcado e das altas rajadas de vento. Além disso, a temperatura cai especialmente em São Paulo, por causa de ventos que passam a soprar do quadrante sul e do tempo mais fechado. Por outro lado, o calor é intenso e a condição para chuva é menor entre o norte do Espírito Santo e o norte mineiro.

 

Centro-Oeste

Áreas de instabilidade formadas pela circulação de ventos a mais de 10km de altura ainda espalham chuvas para grande parte do Centro-Oeste. Além das chuvas frequentes e generalizadas que cobrem o Mato Grosso do Sul (também por influência de uma sistema de baixa pressão atmosférica na altura do Paraguai), tem previsão para temporais se formando na faixa oeste e norte do Mato Grosso. Ventos passam a soprar do quadrante sul e baixam a temperatura em relação aos dias anteriores em Campo Grande e no sul de Mato Grosso do Sul.

 

Nordeste

Na segunda-feira, o tempo abre ainda mais na Bahia neste dia de Natal, onde o calor se faz presente ao longo de todo o dia e a chuva vai diminuindo de intensidade também na faixa leste do Nordeste. Algumas áreas de instabilidade formadas a mais de 10km de altura ainda persistem sobre o Maranhão e o interior do Piauí e nestes locais a chuva ainda acontece de forma moderada, enquanto no Ceará e no Rio Grande do Norte a chuva é de maneira bastante isolada.

 

Norte

Temporais se espalham entre Rondônia, Amazonas e oeste do Pará, com previsão de elevados volumes acumulados, por causa de um corredor de umidade que atravessa o País. No Amapá, a Zona de Convergência Intertropical traz chuva forte ao litoral. Mesmo com a condição para chuva, o calor é intenso em todo o Norte neste dia de Natal.


 

Terça, dia 26

 

Sul

Na terça-feira, apesar de a chuva diminuir de intensidade, ainda persiste sobre o Paraná, faixas norte e oeste de Santa Catarina e norte gaúcho. Já na maior parte do Rio Grande do Sul, por influência de uma área de alta pressão atmosférica, o dia será marcado por tempo seco e sol predominando. À tarde as temperaturas rapidamente aumentam, trazendo uma sensação de calor.

 

Sudeste

O dia ainda será marcado por tempo instável e úmido sobre a maior parte do Sudeste, com chuvas e temperaturas mais amenas em São Paulo, Rio de Janeiro e grande parte de Minas Gerais. A frente fria se afasta em direção ao oceano, mas dessa vez são áreas de instabilidades que mantém as chuvas na Região, e as temperaturas aumentam gradualmente.

 

Centro-Oeste

Ainda chove no Mato Grosso do Sul, só que dessa vez o volume é menor, mas não se descartam eventuais transtornos. Já no Mato Grosso, as instabilidades tropicais da Região Norte influenciam as pancadas mais fortes no oeste do estado e tem riscos para temporais e até descargas elétricas. Em Goiás, as instabilidades no alto da atmosfera perdem intensidade e os períodos de melhoria ocorrem com mais frequência. Mesmo com chuva a sensação é de abafamento.

 

Nordeste

Boaa parte do Nordeste fica com tempo aberto e ensolarado. Por outro lado, a umidade do mar contra a costa traz instabilidades entre os litorais do Rio Grande do Norte e de Pernambuco, mas de forma bastante localizada. Ainda chove de maneira mais forte no Maranhão, por influência de instabilidades em altos níveis da atmosfera.

Norte

Na terça-feira, o tempo pouco muda na Região Norte e os temporais localizados dessa vez se concentram no Amazonas, Acre, Rondônia e Amapá, com riscos para descargas elétricas e acumulados elevados. Nas demais áreas a chuva também ocorrem, porém o volume de chuva é menor. O calor persiste na maior parte da Região.

Com informações da Somar Meteorologia