NOTÍCIAS


Tempo seco e quente prejudica pastagens, arroz e lavouras de verão no RS

A expectativa é que a chuva só volte ao estado a partir da próxima semana

January 3, 2018 18:15  |  Redação - Canal Rural
Calor

 

O ano até começou com chuva em algumas áreas muito secas do Rio Grande do Sul, mas, a partir desta quarta, dia 3, as instabilidades já começaram a se afastar da região, e o tempo volta a ficar firme no estado, maior parte de Santa Catarina e também no sul e oeste do Paraná.

A umidade relativa do ar fica baixa no Rio Grande do Sul, principalmente na fronteira oeste. Nas outras áreas do Paraná e nordeste catarinense, o tempo continua instável e com pancadas de chuva ao longo do dia, com os maiores acumulados ocorrendo entre os litorais do Paraná e de Santa Catarina.

Nesta quinta-feira, dia 4, as instabilidades diminuem ainda mais no Sul, e o dia será de tempo firme e predomínio de sol nos três estados. O calor ganha força na região e devemos ter temperaturas bastante elevadas em todo o Rio Grande do Sul e parte de Santa Catarina.

Atenção para a umidade relativa do ar, que fica abaixo do ideal para a saúde humana em praticamente toda a região, principalmente no oeste gaúcho, onde o índice pode entrar em estado de alerta, ou seja, inferior aos 20%.

Lavouras de soja, milho e as pastagens já estão sentindo a falta de chuva, e os produtores de arroz temem não ter água dos reservatórios para a irrigação.

Nesta sexta-feira, dia 5, o calor aumenta ainda mais na região Sul. Um sistema de alta pressão atmosférica inibe a formação de nuvens de chuva. Com o predomínio de sol mais os ventos soprando do quadrante norte trazendo um ar mais quente, as máximas se elevam e podem ultrapassar a casa dos 35°C.

A umidade relativa do ar permanece com índice bastante baixo, e o solo vai perder o pouco de umidade que resta no Rio Grande do Sul. A partir da semana que vem, há previsão de novas pancadas, mas elas devem ficar concentradas mais ao oeste do estado.

Pryscilla Paiva, editora de Tempo do Canal Rural